Seja você também um Cocopreneur

Quantas oportunidades locais você está perdendo enquanto só reclama do mundo ao seu redor?

Sempre quando estou conversando com amigos do Brasil, muitos acabam comentando quanto o Brasil está difícil e tal. Sim, o Brasil sempre foi este país de altos e baixos desde que me entendo como gente e tenho que pagar impostos.

Apesar disso, vejo também muito empreendedores brasileiros criando negócios muito interessantes e se saindo muito bem apesar de qualquer crise. O importante é você ter uma percepção e leitura do que acontece para se adaptar, isso é da natureza do ser humano e que nos trouxe até aqui.


Você sabia que o Quarteirão com Queijo foi uma criação brasileira durante uma crise?


Pensando muito nisso eu criei o termo Cocopreneur, em homenagem ao nosso país, onde temos muita abundância de um produto e não usamos todo o potencial dele ou não enxergamos as oportunidades que estão debaixo do nosso nariz.

Como temos muita ginga e malemolência, nós brasileiros, sempre acreditamos que com a nossa cultura e forma de pensar somos melhores ou mais espertos, e no final fora de campo tomamos 7×1 em vários outros campos – negócios, ciência, tecnologia, educação, saúde, sociedade e muitos outros gramados.

O nosso ego não nos permite olhar para baixo e aprender.

Tentei explorar um produto que tem a cara do Brasil e que está impregnado em nossa vida desde pequenos.

🥥 Água de Coco

O primeiro produto que me vem a cabeça seria vender apenas a água de coco. Um produto difícil de produzir nos EUA, mas que chega aqui in-natura de países como Tailândia e em caixa TetraPak.

A maior parte da água de coco vem da Ásia pois o que me explicaram é que além de ser mais barato, é mais doce e com mais qualidade do que a água de coco brasileira.

A outra parte que você compra em caixinhas, muitas vezes não são 100% naturais e vem misturadas com conservantes ou sabores para que algumas marcas possam diluir o produto. Além de não ser saudável, muitas vezes passam por um processo de pasteurização para conservar o produto.

🥥 Sabão de Coco

Me lembra a área de serviço ou tanque de lavar roupa no Brasil, um produto muito brasileiro e que como uma feijoada sempre foi vinculado às classes mais baixas da sociedade.

🥥 Detergente de Coco

Quase toda marca de detergente brasileira produz um detergente de coco, mas o cheiro e os químicos misturados nunca foram agradáveis para mim. Poderiam criar algo mais natural em um país com tanta abundância de coco.

🥥 Óleo de Coco

O óleo de coco tem tanto benefícios para a saúde e um produto que popularizou muito no Brasil e nos EUA. Aqui é tão popular que quando fomos ao cinema no último final de semana achei que a coloração da pipoca era da manteiga mas me explicaram que era o óleo de coco, pois a manteiga é opcional para respeitarem pessoas veganas que não comem manteiga com leite de vaca.

🥥 Body wash de coco

Este sabonete líquido de coco é muito bom e tem uma hidratação muito boa. Não faz muita espuma mas é bem hidratante e bem natural na composição.

🥥 Manteiga Vegana de coco

Não somos muito de comprar produtos industrializados mas esta manteiga de coco encontramos no mercado Aldi, e é uma opção para quem quer substituir a manteiga tradicional. Nunca vi no Brasil ainda.

🥥 Chips de Coco

Isso é um dos produtos que sinto falta no Brasil, um simples chips de coco. Acho que até o equipamento para fatiar não deve ser tão complexo.

🥥 Coco Ativado em Carvão em Pó

O charcoal ficou muito popular e está crescendo no Brasil. É uma produto ótimo para clarear os dentes e este aqui tem coco ativado para ter um melhor resultado.

🥥 Purificador de Água feito de Coco

Nosso purificador de água é da marca SOMA. Muitas pessoas que nos visitam ou assistiram o vídeo da Daphne no YouTube.


Aqui nos EUA, um país que não é tropical, muito menos abençoado por Deus e bonito por Natureza como nosso Brasilzão, consigo encontrar uma variedade interessante de produtos feitos com coco 🥥. Sim, um simples coco que temos em abundância.

Isso me lembra o quanto o professor de Estudos Sociais no primário ensinava sobre o valor de criar produtos com matérias-prima básicas para agregar valor. Vender apenas um commodity não vai nos diferenciar e também nos colocar em posição de desvantagem.

Outro fator seria um pouco mais do comércio aberto mundial. Que vença o melhor.

Gostou? Tem alguma sugestão de produto feito de coco? Não concorda e quer criticar? Por favor contribua no diálogo aberto e vamos construir um Brasil melhor para todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *