Black Panther

O último filme do ano no cinema ao céu aberto em Miami Beach foi Black Phanter. Muitas pessoas haviam comentando sobre o filme

Como sempre Hollywood fazendo suas pesquisas para manter o filme trendy e chamar a atenção do público.

1. Coreia do Sul

Sim a Coréia está chamando a atenção de muita gente nos últimos anos e tem exportado a sua cultura de varias maneiras além do K-Pop.

2. Feminismo

Manter o discurso Women Power não é só uma tendência ou algo que deve ser usado para equilibrar a cota, mas sim pensar que todos têm os mesmos direitos assim como os mesmos deveres. O comportamento de muitas pessoas é apenas replicar o que aprenderam com outras gerações (pais e avós) e isso de certa forma é ruim. Precisamos todos abrir a cabeça e começar a entender e respeitar o ser humano.

3. Colonização

Isso tem sido há muito tempo discutido e ter as minorias ainda muito sob o controle econômico de poucos. É lindo ver museus em Nova York ou Londres e de países que tiveram mais força militar e econômica, lindo mesmo seria devolver a cada nação o que de direito é da sua história.

Muito se fala sobre sistemas de cotas e minorias no Brasil, se você analisar a demografia da população temos uma grande participação de pardos que juntamente com negros seriam a maioria do Brasil. Então acho que devemos reavaliar vários discursos e sim assumir o papel importante que negros e pardos tem em nossa história e população.

Não sou a favor de discurso de sempre ser vítima da situação. Vamos lutar e melhorar juntos a nossa história. Me lembrei de um documentário da Vice onde tem algumas faculdades que são de negros e existem cotas para brancos. A importância de uma faculdade fundada e mantida por negros é um orgulho. A faculdade de mais forma advogados e médicos negros nos EUA. Será que temos a empatia necessária para fazer isso no Brasil?

Pois como sempre digo, infelizmente sinônimo de sucesso para as crianças brasileiras é ser a Anitta ou o Neymar, ninguém quer virar “dôtô” como diria Lula em seus discursos.

Este ano também no Museu Nacional da Coréia, tinha uma torre que foi roubada Pelotas japoneses que a Coréia recuperou poucos anos atrás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *